central de vendas
central de vendas
21 2042-0671
 
corretor online
 
Vendas por
e-mail
 
Portal do cliente mdl

Blog MDL
Acompanhe todas as informações
sobre o mercado imobiliário

Blog MDL

Mercado Imobiliário
22 de fevereiro de 2018

Melhores bairros para morar em São Paulo

Melhores bairros para morar em São Paulo

Por ser a maior cidade brasileira, São Paulo tem uma diversidade de bairros que atendem aos mais diversos perfis de moradores, suas necessidades e expectativas. Quer uma área mais residencial ou comercial? Mais agitada ou com mais área verde? Com acesso fácil ao transporte público? São tantas questões que devem ser levadas em consideração antes de buscar um imóvel que, para lhe ajudar nesta decisão, selecionamos alguns dos melhores bairros para viver nessa grande metrópole.

Zona Oeste

Vila Madalena

É o tradicional reduto boêmio e com uma vida noturna bem agitada. Concentra de tudo um pouco, seja baladas, bares, restaurantes, padarias diferenciadas, centro comercial e cultural, com dezenas de galerias de arte. Um dos pontos turísticos é o Beco do Batman, o principal museu a céu aberto da cidade, cujos muros da Rua Gonçalo Afonso começaram a ser pintados nos 1980. A praça do Pôr Do Sol também é parada obrigatória para curtir uma bela vista e, para quem gosta de cair na folia tem fácil acesso aos blocos de Carnaval de rua. Segundo levantamento da Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp), a Vila Madalena foi a região que mais teve lançamentos de imóveis de luxo entre novembro de 2016 a julho de 2017, representando 20% de todos os novos empreendimentos do tipo lançados em São Paulo.

Pompeia

A região nasceu como vila operária e, ao longo dos anos, transformou-se em um bairro com centro de compras, diferentes bares e restaurantes e uma vida cultural animada, com a instalação do Sesc Pompeia, desde 1982, que tem programação para todas as idades. Quem busca uma área arborizada, encontra diversas praças para passear com os pets, praticar exercícios e jovens se reunirem. Tem ainda o Shopping Bourbon, referência de lazer e centro comercial, com seleção de lojas, ampla praça de alimentação, salas de cinema e o Teatro Bradesco. E, para quem curte ir a shows, festivais e assistir partidas de jogos de futebol tem o Allianz Parque ao lado de casa. O bairro tem vias importantes como, Avenida Francisco Matarazzo e Avenida Pompeia, além de contar com bom transporte público, com estações de metrô e CPTM próximas à região.

Perdizes

É conhecido por suas ladeiras, aconchego e pelo contato com a natureza. Em uma área de 136 mil metros quadrados, o Parque da Água Branca é um dos diferenciais do bairro. Dá para desfrutar do verde no meio de um grande metrópole, ver animais soltos, visitar o aquário e ainda fazer compras na feira orgânica, que acontece aos fins de semana. Já o Parque Zilda Natel, é o preferido pelos skatistas da região, por ser suas minirampas. Por falar em atividade física, conta com ampla ciclovia na Avenida Sumaré, a principal via de transporte do local. O bairro dá fácil acesso ao metrô e à avenidas importantes como, Paulista, Doutor Arnaldo, Pacaembu, Rua da Consolação e Marginal Tietê. Também é referência pelas instalações da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), pela Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo, cujo prédio foi tombado em 1981, além de contar com uma unidade do Hospital Albert Einstein.

Jardins

O tradicional bairro nobre da Capital abriga casas e prédios de alto padrão, hotéis luxuosos, restaurantes e bares consagrados, além das melhores grifes internacionais na requintada Rua Oscar Feire, e o Hospital Sírio Libanês. Também é o berço cultural da cidade por reunir, museus, galerias e espaços culturais, como o Museu de Imagem e do Som, o Museu Brasileiro da Escultura o Museu da Casa Brasileira e o Teatro Procópio Ferreira. Tem fácil acesso à várias e regiões e vias da cidade como, Rua Augusta, Avenida Paulista e 9 de Julho, seja de carro, transporte público ou a pé. Comparado a outros bairros, o Jardins pode ser considerado seguro pelos baixos índices de violência.

Pinheiros

Considerado uma das regiões com o metro quadrado mais caro da Capital, é um bairro residencial, boêmio e próximo ao eixo empresarial da cidade, formado pelas avenidas Faria Lima, Luiz Carlos Berrini e Marginal Pinheiros. Para quem gosta de shopping tem três à disposição: Eldorado, Iguatemi e Villa-Lobos. No quesito entretenimento, área verde e cultura opções não faltam. Tem o Sesc Pinheiros, Instituto Tomie Ohtake, Parque Villa-Lobos e a Praça Bendito Calixto, para quem quer encontrar antiguidades e raridades na tradicional feira que acontece aos sábados.

Zona Sul

Moema

Bairro seguro, residencial e arborizado, mas com forte presença de comércio de rua, principalmente na vias que levam nomes de pássaros, além da diversidade gastronômica da região. Com vias planas, as ruas são agradáveis de explorar a pé. Foi o primeiro bairro a receber uma ciclofaxia na cidade, tornando-se rota obrigatório de passeio para ciclistas e moradores da região. O bairro torna-se atrativo pela proximidade com o Aeroporto de Congonhas e Parque Ibirapuera, além de contar com o Shopping Ibirapuera e dois clubes tradicionais, o Esporte Clube Sírio, fundado em 1917, e o Atlético Monte Líbano, de 1934.


Desenvolvido por Noblind